Novo prefeito discursou na cerimônia de posse (Foto: Valdir Santos/Ubatã Notícias)

Kaçulo na cerimônia de posse (Foto: Valdir Santos/Ubatã Notícias)

A Câmara Municipal de Gongogi empossou, na manhã desta segunda-feira (18), o prefeito Edvaldo dos Santos (PTC), o Kaçulo, e seu vice, Milton Mendes da Silva. Kaçulo assumiu o comando do executivo municipal após a Justiça da 73ª Zona Eleitoral de Ubaitaba cassar os mandatos do prefeito Altamirando de Jesus Santos (PDT), o Sapão, e de sua vice, Joana Angélica Oliveira Vasconcelos (PSDB).

Sapão e Joana foram cassados sob a acusação de suposto abuso de poder político com prática de conduta vedada em ano eleitoral, ao ter, de acordo com o Ministério Público, distribuído, na campanha de 2012, aproximadamente 100 bicicletas do programa federal “Caminho da Escola”, em ato pública que segundo entendimento da Justiça, desequilibrou a disputa eleitoral e favoreceu a dupla.

No discurso de posse, Kaçulo evitou fazer críticas duras ao ex-prefeito e disse que a humildade e gestão participativa darão o tom de seu governo. “Eu posso até mudar de residência, mas nunca mudarei de personalidade”, disse o gestor empossado na cerimônia, que reuniu apenas 05 dos nove vereadores do município.

Cerimônia durou cerca de 30 min (Foto: Valdir Santos/Ubatã Notícias)

Cerimônia durou 30 min (Foto: Valdir Santos/Ubatã Notícias)

PRIMEIRO ATO SERÁ NOMEAR SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO

Logo após a cerimônia de posse na Câmara, Kaçulo se dirigiu à Prefeitura de Gongogi, onde se reuniu com alguns vereadores, liderança políticas e correligionários. Ao Ubatã Notícias, o gestor disse que o primeiro ato da gestão será nomear um novo Secretário de Administração. O gestor afirmou ainda que tudo é muito novo e que buscará informações para tomar maiores decisões. Em tempo, o ex-prefeito Sapão afirmou – via Assessoria de Imprensa – que recorrerá da decisão da Justiça de 1ª Instância junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA). (Ubatã Notícias)