Incêndio nas 26 barracas gera prejuízo estimado em R$ 900 mil (Foto: Radar 64)

Incêndio nas 26 barracas gera prejuízo estimado em R$ 900 mil (Foto: Radar 64)

Famílias indígenas que tiveram quiosques de artesanato queimados em um incêndio na madrugada desta sexta-feira, 5, em Santa Cruz Cabrália, estão se organizando para pedir auxílio financeiro da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), responsável pela construção do Shopping dos Índios, onde ocorreu o incêndio. Segundo o cacique Zeca Pataxó, dono de uma das lojas, o prejuízo estimado para os 26 estabelecimentos queimados chega a R$ 900 mil, afetando o sustento de mais de 30 famílias. “Além dos custos com a estrutura física das lojas, tem o custo dos materiais perdidos”, afirmou o cacique. “Tinha loja com R$ 50 mil de produtos que foram destruídos pelo fogo”. Ainda segundo o cacique, a comunidade indígena também pede o apoio da população local para que ajude a reerguer as lojas. O autor do incêndio, identificado como Marcelo Alves do Santos, 18 anos, foi preso na tarde desta sexta-feira, 5. Segundo informações da polícia, Marcelo teve um surto psicótico e usou gasolina para tocar fogo nas barracas. Quando o corpo de bombeiros chegou ao local, o fogo já tinha destruído os quiosques, e não foi possível recuperá-los. Marcelo, que já tinha passagens pela polícia, foi conduzido para a Delegacia de Santa Cruz Cabrália. (Radar 64)