Vencimentos deveriam ter sido pagos no dia 20 de setembro

Os vereadores e servidores da Câmara Municipal de Ubatã ainda não receberam os vencimentos referentes ao mês de setembro, tradicionalmente pagos no dia 20 de cada mês. O repasse do Duodécimo do legislativo ubatense, que é de cerca de R$ 113 mil reais, foi depositado normalmente no dia 20 de setembro pela Prefeitura de Ubatã, ocorre que o Departamento Jurídico do Banco do Brasil impediu a realização de qualquer movimentação bancária por parte do legislativo. Explica-se: no último dia 19 a Justiça de Ubatã afastou o ex-presidente da Câmara, Jaquison Mendes (PDT), o Nino Maragon. A Câmara já empossou, na última segunda-feira (22), Carlinhos Diplomata (PR) como novo presidente, mas o Banco do Brasil – ressabiado pelas 14 trocas de prefeito ocorridas em Ubatã entre os anos de 2010 e 2012, tem colocado empecilhos para que o atual presidente realize movimentações bancárias. Enquanto isso, vereadores e servidores estão sem salários. Em tempo, Nino Maragon já ajuizou um Agravo de Instrumento junto ao Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) para tentar retornar ao comando da Câmara. (Ubatã Notícias)