Jornalista foi morta por bandidos mexicanos

A jornalista Maria Del Rosário Fuentes Rubio, do México, foi sequestrada e brutalmente assassinada por criminosos em retaliação às denúncias que fazia em uma conta no Twitter. Segundo o jornal britânico The Mirror, sequestros, execuções e outros crimes de grupos organizados geralmente não são divulgados pela imprensa do estado de Tamaulipas por causa de ameaças e intimidações feitas por cartéis. Por isto, perfis falsos nas redes sociais são utilizados para denunciar imagens e informações de bandidos e assassinos. Maria Del Rosário costuma assinar suas matérias como “Felina” e evitava exposição em redes sociais, mas na última quarta-feira (16) foi descoberta e sequestrada. Depois, os criminosos a assassinaram e hackearam sua conta no Twitter para publicar fotos de seu corpo com a mensagem: “amigos e familiares, meu nome verdadeiro é Maria Del Rosario Fuentes Rubio. Sou médica e hoje minha vida chegou ao fim”. O grupo ainda sugeriu que as pessoas cancelassem as contas de denúncia. “Não coloquem em risco a vida de seus familiares como eu fiz. Peçam perdão”, ameaçaram. Segundo a organização Repórteres Sem Fronteiras, somente nos últimos dois anos, sete profissionais da imprensa foram mortos por retaliação. (Bahia Notícias)