Dai da Caixa teve 05 das 08 contas rejeitadas pelo TCM (Foto: Ubatã Notícias)

Dai da Caixa teve 05 das 08 contas rejeitadas pelo TCM (Foto: Ubatã Notícias)

As contas de 2008 do ex-prefeito de Ubatã, Adailton Ramos Magalhães (PTB), o Dai da Caixa, chegaram à Câmara Municipal ubatense nesta quarta-feira (28). O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) opinou pela rejeição do exercício de 2008. Das oito contas do ex-gestor apreciadas pelo TCM, 05 delas foram reprovadas.

O TCM apontou provas robustas de irregularidades nas contas de Dai da Caixa, como o não enviou das prestações de contas ao Tribunal, emissão de 147 cheques sem provimento de fundos, despesa orçamentária maior do que a receita do município e investimentos aquém dos índices em Saúde e Educação.

O Relatório do TCM ainda aponta que a gestão do ex-prefeito desrespeitou o art. 9º da Resolução TCM 1060/05, em flagrante desrespeito ao princípio da legalidade, moralidade e transparência no trato da coisa pública. Em tempo, o ex-prefeito Dai da Caixa teve pela quinta vez, em oito oportunidade, as contas rejeitadas pelo TCM.

EX-PREFEITO É CONDENADO A DEVOLVER MAIS DE 1,5 MILHÃO

Além de formulação de representação ao Ministério Público, o TCM determinou que o ex-prefeito Dai da Caixa realize o ressarcimento de R$ 1.526.087,11 com recursos pessoais pela saída de recursos de contas bancárias sem a indicação dos correspondentes pagamentos, pela apresentação de processos de pagamento desacompanhados dos respectivos recibos e também despesas decorrentes de gastos com publicidade. Em tempo, pelo Regimento Interno da Câmara, o legislativo tem até 60 dias para colocar as contas em votação. (Ubatã Notícias)