Arara estava no distrito de Colônia

Arara estava no distrito de Colônia

Francisco Almeida Jr, 23 anos, o  “Arara”, acusado de envolvimento no assassinato do sargento da Polícia Militar, Dalvino Ferreira Magalhães Filho,  46 anos, na tarde desta sexta-feira (07), na Avenida Porto Seguro, no centro de Eunápolis, durante um assalto, morreu na manhã deste sábado (08), no hospital Geral do Estado. O rapaz que possuía passagens pela Delegacia de Polícia em Eunápolis morreu depois de ter trocado tiros com policiais da 7ª CIPM e da Caema, no distrito da Colônia. Outro comparsa conhecido como Léo está preso no Complexo Policial em Eunápolis, depois de ter se entregado.  O Crime que chocou toda população e teve grande repercussão na imprensa baiana. (Arena Blog)