Os Trapalhões

Os trapalhões da onda aprontaram mais uma lambança esta semana. Nas redes sociais, alguns deles publicaram os contratos dos artistas ubatenses contratados pela Prefeitura de Ubatã para tocar no São João. Na visão das toupeiras, os artistas não mereciam os cachês pagos e, portanto, os contratos haviam sido superfaturados. A repercussão foi tão negativa perante os artistas e também a comunidade que, em massa, a turma começou a apagar as postagens.

Deselegante

Ainda sobre o cachê pago no São João aos artistas ubatenses, uma figura reprovável postou nas redes sociais que os artistas ubatenses eram “pé de chinelo” e por isso o pagamento seria mais do que justo. A pérola revoltou os artistas e internautas. Deselegante!

Tiririca                                                     

A turma da marolinha anda tiririca da vida com o comando. Muitos pré-candidatos entendem que não estão sendo bem orientados sob o ponto de vista eleitoral. As primeiras lambanças já começaram e tem peso pesado da política perigando não sair candidato à vereança.

Definido

Em Ibirataia já está definido que o prefeito Marcos Aurélio disputará à reeleição. A única dúvida agora é sobre quem ocupará a vaga na vice. Nomes não faltam!

Esperança Renovada

Julho começou e com ele a esperança da turma da onda foi renovada para a chegada do tão sonhado e prometido capilé. Os mais gaiatos já garantem que vai haver nova extensão de prazo. Maldade pura!

Pensa que é Lula

O prefeito de Ipiaú Deraldino Araújo parece ter batido com a cabeça. O gestor escolheu o pouco expressivo e também pouco carismático Procurador do Município Agnaldo Teixeira como candidato a sua sucessão. Deraldino quer imitar Lula quando elegeu Dilma presidente. Mas convenhamos: Lula é Lula.

Surpresa

Em Gongogi tem se desenhado uma dobradinha ao executivo impensável nos últimos anos, mas se de fato se concretizar a possibilidade de vitória é elevada. Esperar pra ver!

Amor de Verão

O presidente da Câmara Municipal de Ubatã, Nino Maragon, teve um breve namoro com a oposição, mas, para a tristeza da turma da onda, Maragon reatou a relação com a gestão Siméia Queiroz. Os mais gaiatos garantem que Maragon teve apenas um amor de verão, algo passageiro, sem importância.

Banalizou

A palavra ética tem sido banalizada em Ubatã. É cada pombo sujo arrotando moralidade e defendendo, na teoria, os princípios éticos. Hipocrisia pura!

Levantamento

Segundo o último levantamento realizado pelo Ubatã Notícias, a Secretaria de Educação de Ubatã já foi prometida, em caso de vitória de uma das chapas, para 03 pessoas. Na melhor das hipóteses, 02 dessas pessoas estão sendo enganados. Num cenário ainda pior, as 03. Bolacha quebrada.

Pavão

A coisa ficou feia para o pavão. As pesquisas de intenção de voto demonstram que ele não é, como ele mesmo diz, o fiel da balança. Pelo contrário, o apoio dele pode fazer com que o candidato perca votos, muitos votos. Na prática, rejeição pura!

Campanha do Milhão

A campanha de Ipiaú promete movimentar, mesmo em meio à crise, alguns milhões de reais. Concorrerão nas eleições municipais candidatos cujo capilé não é problema: os milionários Cleraldo Andrade, Maria da Graça e Cesário Costa.

Do mesmo Veneno

Na campanha de 2012 a turma da onda todo dia sugeria um novo candidato para a chapa da situação devido às incertezas sobre a possibilidade de Expedito Rigaud ser o candidato ao executivo. Pois bem, agora provam do mesmo veneno: quase que diariamente é apontado um nome (com boa base de rejeição) como vice na chapa de Rosana.

Rejeição

A figura com a maior rejeição de todo o sul da Bahia garante que concorrerá à Prefeitura de determinado município da região. Os mais gaiatos garantem que os votos do rejeitado não elegeriam nem síndico de prédio. Outros afirmam que o eleitorado da figura caberia facilmente numa Kombi.

Unidade

Para concorrer com a “máquina” mesmo com a rejeição nas alturas de Bêda, a oposição em Ubaitaba, para ter chance de vitória, terá de aparar as arestas, a vaidade e caminhar junta. Bêda não concorrerá, mas já indicou o seu vice-prefeito, Paulo Bidu, como candidato à sucessão.

Reunião coletiva

Para acalmar os ânimos, certo grupo político de Ubatã quer reunir os pré-candidatos a vereador numa reunião coletiva. Muitos estão irritados pela falta de capilé e dizem que na hora de definir o apoio a reunião foi individual. Na hora das desculpas, reunião coletiva.

Azarão

Muita gente tem depositado a confiança na eleição à vereança dos pesos pesados da política ubatense. Vale lembrar, no entanto, que levando em conta as coligações, o pleito deve nos apresentar, mais vez, alguns azarões.

Vai surtar

Alguns pré-candidatos à vereança possuem tanta certeza da vitória que um possível revés nas urnas pode fazer muita gente entrar em parafuso. Por via das dúvidas, os familiares devem deixar uma equipe de profissionais da área médica de prontidão.

Sem Reverência

Algumas pessoas não têm dado trégua à politicagem. Seja no sábado, domingo, dia santo ou feriado.

Reflexão

O que acontece quando determinado (a) pré-candidato (a) que possui rejeição nas alturas anda sempre na companhia de uma figura odiada por 9 a cada 10 pessoas?

Para críticas e sugestões, entre em contato pelo Zap 73 988739949.