A velha Ubatã

A tirar pelos últimos acontecimentos políticos, o poeta tinha razão quando dizia que: “Ubatã se cobrir vira um circo, se cerca, um hospício.” Foi muita confusão para uma semana só.

Tô Fora

Mais uma renúncia e o vereador Fernando Fernandes, o FF, poderá pedir música no Fantástico. O edil já renunciou a presidência da Câmara e nos últimos dias, a vice na chapa de Rosana Magalhães. O barco está afundando.

A propósito

A propósito da desistência de FF, o nobre parlamentar conversava com um colega edil e ouvia: – Não desista, FF. A resposta foi: – Vai tu, pega essa vice e desiste da tua campanha de vereador. A sugestão não agradou muito e a conversa foi encerrada.

Não tem interesse

A propósito da confusão acerca da escolha do vice na chapa da onda, Sapo, uma das figuras mais folclóricas de Ubatã, garantiu, em vídeo que circula nas redes sociais, que não tinha interesse de compor a chapa com a loura. O cenário não está tranquilo e muito menos favorável.

Pavão

O maior pavão da microrregião e quiçá do sul da Bahia está igual a um louco nos últimos dias. Segundo dele é questão de honra defender o seu “legado” e dar a vitória a quem ele está apoiando. A empreitada tem tudo, de acordo às pesquisas, a não ter sucesso.

Rachou

A escolha de Marivanda como vice na chapa de Rosana deixou contrariados pelo menos duas lideranças da turma da onda: A Zebra e o Sheik. A dupla se sentiu desprestigiada pelo maridão. Os sinais de racha já são evidentes e a barca deve zarpar nos próximos dias.

Pegou Mal

Surpreendeu e pegou mal, até mesmo entre os apaixonados, o discurso de candidata à prefeita de Ibirataia, Ana Cleia, durante a convenção. Ao abrir o pronunciamento, a candidata teceu muitos elogios a Jorge Fair, seu desafeto histórico. Em política, nada como um dia após o outro.

Recado

A desistência de FF de concorrer na vice na chapa de Rosana Magalhães deu o seguinte recado para a turma da onda e também para os eleitores: – Eu não acredito na vitória da chapa, por isso vou trabalhar para garantir a minha vaga na Câmara.  Recado mais direto, mais claro… impossível.

Alça do Caixão

A escolha de Marivanda como vice-prefeita na chapa da onda rendeu zoações nas redes sociais. Um dos internautas afirmou que Marivanda lembra um saudoso ubatense, que não perdia a oportunidade de pegar na alça de um caixão. Maldade pura!

Fogo Cruzado

Em Ipiaú, a artilharia segue pesada entre o grupo de Maria da Graça e de Banda Roxa, que é o candidato que conta com o apoio do prefeito Deraldino Araújo. Enquanto isso, o ex-deputado estadual Cleraldo Andrade se aproveita do fogo cruzado dos adversários e vai ganhando densidade eleitoral.

Desanimados

A série de equívocos cometidos pela turma da onda, que tem conseguido desagradar a gregos e troianos, tem afastado pessoas até da linha de frente da campanha. Alguns deles, notadamente aguerridos, nos últimos dias têm demonstrado desmotivação e se afastado do mitiê.

Nova Fórmula

Como o capilé não tem pintado muito na política de Ubatã, terá enorme vantagem os candidatos a vereador que conseguirem improvisar e manter contato mais próximo com o eleitor. Os mais afortunados, claro, tem deixado o “gás” para gastar na hora certa.

Prevaleceu

Prevaleceu o desejo dos caciques da turma da onda, que impuseram sua vontade e o chapão acabou sendo emplacado. A chapa serve de escada para os pesos pesados se elegerem ao tempo que torna impossível a vitória dos candidatos com média e pouca densidade eleitoral.

No Escuro

Continua no escuro a política em Gongogi. Não foi realizada, até o momento, nenhuma pesquisa de intenção de voto para medir a preferência do eleitorado. Enquanto isso, eleitores de Joana e Kaçulo tentam emplacar o discurso: “Tá mais forte, vai ganhar”.

Displicente

O ex-prefeito Dai da Caixa, em postagem que parecia ter errado de grupo de WhatApp, tentava alertar os eleitores da onda sobre uma pesquisa registrada da turma do É Nós de Novo cujo resultado daria supostamente 20% de frente a Siméia sobre Rosana. Um gaiato respondeu que se a diferença fosse apenas 20% o resultado não deveria ser divulgado. Empurra!

Promessa

Projetos de governo que é bom até agora, nada, mas um determinado grupo político de Ubatã já tem surra prometida para muita gente em caso de vitória. O temor só não é grande entre ameaçados por que a chance de vitória da turma é praticamente inexistente. Mitou!

Sem o Doutor

Pela primeira vez, desde 1988, o ex-prefeito Edson Neves não participará de um pleito eleitoral em Ubatã. Nesses quase 30 anos, o ex-gestor disputou 06 eleições e apoiou um candidato à reeleição. Por ora, o Doutor segue neutro.

Para críticas e sugestões, entre em contato pelo Zap (73) 98873-9949.