Objetivo de Temer é intensificar privatizações (Foto: Divulgação)

Caso o processo de impeachment seja concretizado nos próximos dias, o governo liderado por Michel Temer deve dar início a uma série de privatizações em diferentes áreas. Segundo informações do jornal O Globo, o plano é privatizar creches, presídios, hospitais e obras de saneamento. O programa de concessões deve ser anunciado depois da viagem de Michel Temer à China para a reunião do G-20. “Vamos acabar com o conteúdo nacional exacerbado, que só traz superfaturamento. Só vamos manter aquilo em que formos competitivos. Temos que mudar a visão do investimento público, ampliando ao máximo as concessões. Faremos PPPs (parcerias público-privadas) para esgoto, penitenciárias, hospitais e creches, comprando vagas para as crianças. É mais racional do ponto de vista do gasto público”, afirma um auxiliar de Temer ao jornal O Globo. As privatizações devem ser divulgadas aos poucos pelo governo federal. (Estadão)