Gustavo Santana foi preso pela CIPE e agentes do Soint (Foto: Giro em Ipiaú)

O suspeito de ser autor dos disparos que mataram um homem e feriu outras seis pessoas na noite de quinta-feira (15), durante um comício na cidade de Ipiaú foi preso e confessou o crime na manhã desta sexta-feira (16), de acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Outro homem, Edson Miranda dos Santos, vulgo “Jhan”, que também era suspeito de participar da briga que motivou o crime morreu em confronto com a polícia. O tiroteio aconteceu no comício da candidata a prefeita Maria das Graças (PP) e contava com a presença do governador da Bahia, Rui Costa. De acordo com a SSP, a dupla responsável pelo crime foi encontrada em uma casa na zona rural da cidade e reagiu à abordagem da polícia.

Uma pistola Glock e um revólver 32 foram apreendidos (Foto: Giro em Ipiaú)

Uma pistola Glock e um revólver 32 foram apreendidos (Foto: Giro em Ipiaú)

No confronto, um dos homens foi atingido e não resistiu aos ferimentos. Com eles foram encontradas uma pistola que foi utilizada no crime, e um revólver calibre 32. Na noite de quinta-feira, um revólver calibre 38, também usado na ação criminosa, já havia sido apreendido. Também na manhã desta sexta-feira (16), dois suspeitos de participar da ação que matou um homem e feriu outras seis pessoas durante o comício político foram presos. Um adolescente de 17 anos está entre eles e foi apreendido e encaminhado para delegacia. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, um desentendimento com a vítima no início do comício da candidata a prefeita Maria das Graças (PP) foi o que motivou o crime. (Giro em Ipiaú)