Em média, 280 mil passageiros usaram o aeroporto entre os dias 3 e 14 de fevereiro

O índice de ocupação hoteleira no Carnaval de Salvador foi o maior do Brasil no ano de 2018, superando até mesmo o do Rio de Janeiro. Segundo a Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (FeBHA), o número chegou a 96%, sendo que alguns hotéis bateram 100%, como foi o caso do Mercure, do São Salvador e do Fiesta. “Não houve outra capital com desempenho da rede hoteleira como Salvador, mostrando que somos o primeiro e principal destino de Carnaval do Brasil”, destacou o prefeito ACM Neto. A estimativa é que a capital baiana tenha recebido 800 mil turistas durante a folia de Momo e tenham sido movimentados por aqui cerca de R$ 1,7 bilhão. De acordo com os cálculos da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH),  a média da capital pode ser ainda maior e chegar até 98,5%. “O Carnaval é um produto muito forte em Salvador. A grande lotação dos hotéis, apesar da crise, mostra a força que Salvador tem como destino turístico nesta época do ano”, apontou o presidente da entidade, Glicério Lemos.  O Aeroporto Internacional de Salvador registrou uma média de 280 mil passageiros entre o dia 3 e esta quarta-feira (14), em 2 mil operações, sendo mil pousos e mil decolagens. Nesta quarta (14), foram 30 voos entre 0h e 6h –  20 nacionais e 10 internacionais. Ao longo do dia, muita gente passou pelo terminal, algumas saindo direto da folia. (Correio)