Empresário foi preso após denúncias contra outdoor (Foto: Divulgação)

Um empresário de 45 anos foi preso suspeito de exploração sexual de mulheres na cidade de Irecê, região norte da Bahia. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito, conhecido como “Paulista de Irecê”, era dono de uma casa de prostituição. A polícia chegou até ele na segunda-feira (5) após denúncias de moradoras contra um outdoor para propaganda do estabelecimento, instalado pelo empresário na cidade. O homem usava também memes e fotos sensuais de mulheres para divulgar a casa nas redes sociais. “Ele [empresário] fez uma ampla divulgação da casa dele, o que chamou a atenção das autoridades locais, e de moradoras da cidade que ligaram denunciando. O Ministério Público da Bahia (MP-BA), inclusive, veio diretamente a mim e disse que aquilo não poderia estar acontecendo”, contou o delegado Ernandes Santos, titular da cidade.

Empresário usava memes para divulgar casa de prostituição (Foto: Divulgação)

 Além disso, segundo o delegado, garotas de programa que trabalhavam no local procuraram a delegacia para prestar queixa contra o empresário. “Elas disseram que eram maltratadas no estabelecimento, e não eram pagas corretamente”, disse o delegado Ernandes Santos. Conforme a polícia, o empresário estava na cidade há cerca de sete anos. No imóvel onde funcionava a casa de prostituição, foram encontrados quartos com camas, que eram usados nos programas, além de estruturas para pole dance. (Correio)