Weslen, ex-integrante da banda New Hit, deixa Penitenciária (Foto: Maiana Belo)

Cinco ex-intergrantes da banda New Hit, que estavam presos acusados de estuprar duas fãs em um ônibus da banda, na cidade baiana de Ruy Barbosa, deixaram o Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador, por volta das 16h35 desta quarta-feira (7). “A verdade vai aparecer, Deus é justo e nós respeitamos as mulheres”, disse um dos acusados, Alan Aragão, ao deixar a unidade prisional. Três deles saíram do local no carro do advogado deles. Outros dois deixaram o complexo sem serem vistos pela imprensa. De acordo com Cleber Amorim, um dos adovogados dos suspeitos, logo depois da condenação e prisão dos ex-integrantes da banda, em outubro do ano passado, a defesa entrou com recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ). O julgamento ainda não tem previsão e de acordo com o advogado, o STJ pode modificar a sentença ou até anular o processo, por enquanto os músicos vão aguardar em liberdade. “Agora é aguardar o julgamento do recurso especial em liberdade, mas ainda não tem uma data prevista [para julgamento]”, disse Amorim. Os cinco cumpriam pena pelo crime, ocorrido em 2012, desde outubro do ano passado. A Justiça baiana concedeu habeas corpus aos oito ex-integrantes do grupo, condenados em 2017 pelo estupro coletivo de duas adolescentes. A advogada Cristina Lima, que defende uma das vítimas, lamentou a soltura, justamente na véspera do Dia Internacional da Mulher e disse que não vai desistir de ver os músicos presos novamente. “Vamos lutar até o fim para fazer justiça. Porque nós prcisamos dessa resposta”, disse. *Ler mais no G1.