Deputado federal Nelson Meurer (PP-PR) (Foto: Divulgação)

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou nesta segunda-feira (23) para julgamento a a ação penal contra o deputado federal Nelson Meurer (PP-PR) e seus dois filhos, Nelson Meurer Júnior e Cristiano Augusto Meurer. Segundo informações da Agência Brasil, esse deve ser o primeiro julgamento de um réu com foro privilegiado na Operação Lava Jato desde o início das investigações. O caso será julgado pela segunda turma do STF, também formada pelos ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski. Meurer foi denunciado em outubro de 2015 pelo então procurador-geral da República Rodrigo Janot, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A acusação aponta que ele teria recebido mais de R$ 357 milhões em propina em nome do PP entre os anos de 2006 e 2014, como parte do esquema de corrupção da Petrobras. A denúncia foi aceita pelo STF em junho de 2016. (Estadão)