Pulu é mantido no cargo (Foto: Ubatã Notícias)

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), manteve no cargo, na última quarta-feira (02), por 6 votos a 0, o vereador Wellington Ferreira de Souza (PSL), o Pulu. A ação de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME) foi ingressada por Atemilson Bispo, o Mantena (PRB), suplente da coligação e interessado direto na ação. O vereador era suspeito de suposto abuso de poder econômico e suposta compra de voto na campanha eleitoral de 2016. Pulu já havia vencido a ação em 1ª instância, decisão agora confirmada também pelo TRE-BA. O vereador ainda responde a outra ação também ingressada por Atemilson Mantena e sofreu um revés em primeira instância, mas o recurso ainda não chegou ao TRE-BA. Em tempo, em meados de abril a Câmara de Ubatã aprovou com 7 votos uma Moção de Repúdio protocolada por Pulu contra Mantena, que foi acusado na Moção de tentar conquistar uma vaga na Câmara por meio de processos judiciais. (Ubatã Notícias)