Professora Kelly morreu após ser ‘atropelada’ por cavalo (Foto: Redes Sociais)

Uma professora da rede municipal de ensino de Juazeiro, cidade no norte da Bahia, morreu após ser “atropelada” por um cavalo, na noite de domingo (8), durante a Festa dos Vaqueiros, no município de Curaçá, segundo informações da Polícia Civil. De acordo com a polícia, Kelly Cristina Souza Gomes caiu e bateu a cabeça no chão, após o impacto com o animal. A professora foi levada para o Hospital Municipal Antônio Carlos Magalhães e morreu a caminho do Hospital de Urgências e Traumas, em Petrolina (PE), para onde seria transferida. Kelly Cristina foi enterrada nesta segunda-feira (9), no Centro de Velórios, em Juazeiro. Amigos e familiares participaram da cerimônia.

Vaqueiros participam de cavalgada em Curaçá (Foto: Silvonei Viana)

Entre eles, o professor André Mota, que contou ter encontrado com a vítima na vaquejada pouco antes do acidente. “Uma companheira, meiga, assistente, tranquila. Sempre nos apoiando pedagogicamente. Inclusive, profissionalmente ela era nossa coordenadora pedagógica. Eu ainda acredito que o pior está por vir, que é retornar à escola e não encontrar nossa coordenadora pedagógica”, contou André. Em nota, a prefeitura de Curaçá lamentou a morte da professora Kelly Cristina. No comunicado, a prefeitura informou que a cidade foi sinalizada mostrando os lugares apropriados para os pedestres e também os lugares exclusivos para a passagem dos animais. A prefeitura disse ainda que fez um trabalho de conscientização com os vaqueiros em relaçao à segurança, mas que não tem como conter os excessos. (G1)