Jovem evangélico foi morto no trabalho (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

A Polícia Civil conseguiu prender o suspeito de ter matado por engano o jovem evangélico Thiago Henrique Magalhães, de 18 anos. A vítima foi executada no início da tarde de quarta-feira (18) dentro de uma distribuidora de bebidas localizada no bairro São Caetano, em Itabuna. O homem preso teria confessado que matou o jovem por engano. “Confundi ele com outro cara”, admitiu Alexandre dos Santos, em entrevista ao Blog Verdinho.  Segundo ele, o alvo seria um indivíduo identificado pelo apelido de ‘Trator’. “Ele [Trator] vivia dando tiro lá no Fonseca, tentou contra a minha vida várias vezes”, justificou.  

Alexandre confessou o crime e disse que confundiu a vítima com outra pessoa

O acusado afirmou, ainda, que só descobriu que havia matado a pessoa errada quando assistiu à reportagem pela televisão. O criminoso garantiu que quando chegou no estabelecimento comercial, a vítima estava de cabeça baixa. A arma usada no crime teria sido jogada em um canal de esgoto, de acordo com o criminoso. O comparsa dele, identificado como Elianderson Santos Bonfim, também foi preso. Alexandre contou à polícia que Elianderson seria a pessoa responsável por passar a localização do homem que seria assassinado, mas deu as informações erradas. As investigações continuam. (Verdinho Itabuna)