Prefeitura de Gongogi castiga servidores com atrasos (Foto: Ubatã Notícias)

Os professores da rede municipal de Gongogi deflagram paralisação por tempo indeterminado por conta do atraso no pagamento dos servidores referentes ao mês de setembro. Por Lei, as prefeituras têm até o quinto dia útil de cada mês para quitar os salários dos servidores, mas até o momento o ‘capilé’ não caiu na conta dos professores de Gongogi, que culpam a gestão do prefeito Kaçulo pelo problema. “Falta de respeito conosco. Entra governo e sai governo e o caos continua em Gongogi”, disse uma professora ao Ubatã Notícias. Em nota, a APLB/Sindicato, Núcleo de Gongogi, assegurou que a paralisação foi deliberada em assembleia e que os servidores só retornarão às atividades após o pagamento. Em tempo, não há informações de quantos alunos estão sendo prejudicados no município pela paralisação e se outras categorias também enfrentam atrasos nos salários. (Ubatã Notícias)