Delegacia de Maragogipe cercada por moradores pedindo justiça (Foto: Jony Torres)

Um casal foi preso, na tarde desta quinta-feira (11), suspeito de envenenar uma mulher e as duas filhas dela em Maragogipe, no recôncavo baiano (lembrar). Ao saber das prisões, um grande número de moradores da cidade cercou a delegacia para pedir justiça. Os portões da unidade policial foram fechados. Os presos foram identificados como Elisângela Almeida Oliveira e o marido Valci Boaventura Soares. Eles estavam em casa quando tiveram um mandado de prisão temporária cumprido. A polícia ainda não divulgou o que pode ter motivado o crime.

Casal foi preso e levado para Delegacia de Maragogipe (Foto: Jony Torres)

No entanto, as investigações apontam que o casal estava coagindo testemunhas para que não dessem informações, e destruindo provas que poderiam revelar o envolvimento deles nos crimes. O casal foi ouvido na delegacia ainda na tarde desta quinta. Conforme a Polícia Civil, o resultado do laudo da exumação dos corpos das vítimas apontaram as elas foram envenenadas com um inseticida de uso agrícola. Mãe e filhas morreram em um intervalo de 15 dias, entre o final de julho e o início de agosto, após apresentarem mal-estar com sintomas parecidos. O cachorro de estimação das vítimas também morreu. O pai das meninas é o único sobrevivente da família. (G1)