Demissões foram publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE)

O delegado Josivânio da Rocha Araújo, da Delegacia de Monte Santo, e o delegado Carlos Roberto Botelho Vasconcelos, que atuava em Cansanção foram demitidos dos cargos nessa quarta-feira (9). Eles são acusados de integrar um esquema de corrupção com a negociação da liberdade de presos e devolução de materiais apreendidos em troca de dinheiro. Segundo informações do G1, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) relatou que as investigações sobre o caso tiveram início em 2011. Em setembro de 2017, um dos delegados chegou a ser demitido, mas foi reintegrado ao cargo em caráter provisório por conta de uma decisão judicial proferida em outubro de 2018. De acordo com o órgão, os delegados recebiam dinheiro de traficantes para beneficiar a atividade criminosa deles. Além disso, as investigações apontaram que eles extorquiam pessoas abordadas em blitze e vazavam informações de operações de combate às drogas. O grupo do qual os dois faziam parte cobrava de R$ 2 mil a R$ 8 mil para cometer as irregularidades. Com a saída dos dois, outros dois delegados assumiram as atividades nas delegacias. (Bahia Notícias)