Tenente Carlos Scheifer era do Bope

Três policiais militares foram denunciados pelo Ministério Público Estadual por homicídio triplamente qualificado contra o tenente do Batalhão de Operações Especiais (Bope) Carlos Henrique Paschiotto Scheifer, em maio de 2017, em Matupá, a 696 km de Cuiabá. A reportagem ainda não localizou a defesa dos denunciados Lucélio Gomes Jacinto, Joailton Lopes de Amorim e Werney Cavalcante Jovino. Na denúncia, o MPE diz que os militares cometeram o crime porque queriam evitar que a vítima adotasse medidas que pudessem responsabilizá-los por desvio de conduta em uma operação que resultou na morte de um dos suspeitos de roubo na modalidade “Novo cangaço”. Testemunhas relataram durante inquérito policial que presenciaram o desentendimento entre a equipe e o tenente Scheifer. Em um determinado momento, os denunciados teriam se reunido às portas fechadas para conversar sobre o ocorrido. Scheifer foi atingido com um disparo efetuado pelo próprio colega de farda na região abdominal em um local que havia sido no dia anterior palco de confronto entre policiais e suspeitos de roubo. O caso também foi investigado pela Corregedoria da Polícia Militar, que apontou que os policiais envolvidos inventaram um confronto para encobrir a morte do tenente. Ainda em 2017, o inquérito policial militar foi encaminhado ao MPE. (G1)