Câmera flagrou o momento em que um dos ex-alunos inicia o ataque

O ataque a tiros desta quarta-feira (13) na Escola Estadual Raul Brasil, de Suzano (SP), não é único na história do país. Considerado um problema crescente nos Estados Unidos, esse tipo de crime já aconteceu pelo menos outras oito vezes no Brasil. Dois criminosos encapuzados mataram sete pessoas dentro da instituição em Suzano e uma fora da unidade escolar, poucos minutos antes do ataque. Eles cometeram suicídio em seguida. Cinco das vítimas eram estudantes, outra era funcionário da escola. Os assassinos e as vítimas ainda não foram identificados. No Rio, em abril de 2011, 12 crianças morreram e 13 ficaram feridas quando um homem de 23 anos atirou contra salas de aula lotadas em uma escola do bairro de Realengo. O episódio mais recente aconteceu em setembro do ano passado, no Colégio Estadual João Manoel Mondrone, em Medianeira, no oeste do Paraná, a 60 km de Foz do Iguaçu. Um adolescente de 15 anos entrou armado e atirou contra colegas de classe. Dois alunos, um de 15 e outro de 18 anos, ficaram feridos. *Ler mais no G1.