Rui: R$ 28 bilhões em investimento na Bahia (Foto: Diego Mascarenhas)

O governo baiano assinou memorando de entendimento com a chinesa Easteel, na manhã desta segunda (13), que prevê investimento de US$ 7 bilhões (cerca de R$ 28 bilhões) na implantação de projeto de desenvolvimento integrado de energia e mineração no Estado. “Vamos trabalhar de forma firme, dedicada e determinada para que esse projeto marque a história da economia baiana e das relações do Brasil com a China”, disse o governador Rui Costa após assinar em Pequim. A previsão, de acordo com o memorando, é de geração de mais de 30 mil empregos diretos. O projeto contempla a construção de um grande parque industrial integrado, composto por siderúrgica, usina de energia e diversas unidades fabris, a exemplo de uma fábrica de cimento capaz de produzir anualmente 5 milhões de toneladas. Também compõem o planejamento da Easteel a revitalização do Porto de Aratu, com aplicação de sua capacidade de movimentação, e a construção de uma cidade inteligente nas proximidades do parque industrial, para trabalhadores da empresa e seus familiares. Participaram do ato de assinatura em Pequim cerca de 100 pessoas, entre representantes de grupos empresariais chineses e membros do governo chinês. “Tenho absoluta confiança de que este projeto coloca a Bahia como destino prioritário dos investimentos chineses”, afirmou o embaixador do Brasil na China, Paulo Estivallett de Mesquita, também presente no evento. “Acreditamos no sucesso deste projeto e por isso hoje é um dia inesquecível para nossa empresa”, disse Liangcheng Zhang, CEO do grupo Easteel. (Pimenta)