Informação é da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab)

A notícia do aumento no número de casos de sarampo registrados em São Paulo e em outros seis estados do país neste ano acendeu um alerta sobre a doença. Em 2019, até o dia 1º de junho, foram notificados 143 casos suspeitos de sarampo na Bahia, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Desses, 58 estão sendo investigados. Os demais não foram confirmados. No ano passado, dos 425 casos notificados como suspeitos, apenas três foram confirmados, todos em Ilhéus. A última vez que houve um surto da doença na Bahia foi em 2006. Em 2019, não há registro de casos nos municípios baianos. A Sesab informou ainda que fará uma campanha de multivacinação para crianças no período de 5 a 23 de agosto para todas as vacinas, incluindo a do sarampo, com objetivo de completar a caderneta de vacinação. A última vez que o vírus se manifestou na Bahia foi em 1999, em Salvador. Os casos que surgiram depois disso estão associados ao contato dos pacientes com pessoas de outros estados ou países. O surto de 2006 ocorreu nos municípios de João Dourado, Filadélfia, Senhor do Bonfim e Pindobaçu, com 77 casos confirmados associados a vírus importado. (Correio)