“Jota” foi preso com material que comprova abusos contra menores

Um treinador de futebol, de 54 anos, de Eunápolis, na Costa do Descobrimento, foi preso nesta quinta-feira (13) por armazenar material pornográfico de crianças e adolescentes. O acusado, Marisjotenes Pereira Damião, o Jota Pereira, já era investigado há um ano por aliciamento de menores e abusos sexuais contra alunos e jogadores de futebol. Segundo o Polícia Civil, um celular do acusado, que foi apreendido, continha imagens do homem abusando um adolescente de 16 anos. Segundo o delegado Bernardo Marques Pacheco, titular da DT/Eunápolis, Jota Pereira se aproveitava da condição de professor e técnico de futebol para praticar os crimes. “Ele tinha uma boa reputação na cidade e atraia os jovens em troca de presentes, promessas de titularidades em clubes locais e indicações para times maiores”, disse o delegado. A Policia tenta identificar outras vítimas do acusado. O homem segue preso à disposição da Justiça. Ele vai responder por crime de armazenamento de material pornográfico, envolvendo crianças e adolescentes. (Bahia Notícias)