Imagem de Madre Victória da Encarnação (Foto: Maiana Belo)

A Madre baiana Victória da Encarnação que morreu em 1715, há 304 anos, pode se tornar a próxima religiosa brasileira a ser considerada santa. Isso porque o processo de beatificação dela, aberto após pedido do Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, em 2016, terá continuidade este ano. A Madre era conhecida por abdicar de qualquer bem material e conforto, além de ajudar os pobres, mesmo sem sair do mosteiro o qual vivia em clausura. O processo para beatificação estava parado, mas em 2019, as Clarissas de todo o Brasil, ordem a qual a Madre pertencia, resolveram assumir todo o processo de beatificação e já escolheram o postulador das causas de beatificação. Será o Frei Jociel Gomes, que é da ordem dos Capuchinhos e mora em Pernambuco. “Agora estamos em contato com pessoas para contribuírem com a causa sendo membros da comissão histórica e também do tribunal eclesiástico que será instituído para citar pessoas que estudaram, que têm algum conhecimento relevante sobre a Madre. Ainda neste segundo semestre teremos, em Salvador, a sessão oficial de abertura da causa da Madre, mas ainda não tem data definida”, explicou o frei. Os religiosos e estudiosos destacam a importância da pesquisa sobre a vida da Madre, pois muitas pessoas que relataram milagres atribuídos a ela já morreram. *Ler mais no G1.