Itacaré, no sul da Bahia, está entre os principais destinos turísticos do país

Em junho, a atividade turística na Bahia cresceu mais que a média do Brasil. O dado é da Pesquisa Mensal de Serviços, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), neste final de semana. Em relação a junho de 2018, a Bahia registrou crescimento de 6,9%, enquanto a média nacional foi de 2,6%. Já no comparativo entre maio e junho deste ano, quando o estado registrou incremento de 0,3%, o país teve decréscimo (-2%). Dentre os fatores que influenciaram negativamente o desenvolvimento do turismo nacional, o IBGE aponta o segmento de transporte aéreo de passageiros. “Apesar de sermos diretamente afetados com a interrupção das operações da companhia aérea Avianca e pela alta do valor das passagens, conseguimos atrair visitantes e chegar a um patamar positivo”, explica o secretário do Turismo da Bahia, Fausto Franco. Para alavancar o turismo, o Governo da Bahia investe especialmente na promoção dos seus principais destinos turísticos, com a participação em eventos nacionais e internacionais e na atração de novos voos. “Adotamos uma política mais agressiva para a captação de novos voos, a fim de ampliar a malha aérea do estado, com a oferta de mais voos para os aeroportos da capital e do interior”, pontua Franco, ao citar a reedição do decreto de redução das alíquotas do ICMS do querosene de aviação (QAV). (Pimenta)