Jonas Ferraz, de 35 anos é solteiro e tem uma filha de 15 anos (Foto: Arquivo Pessoal)

“Um dos motivos de eu ser solteiro é porque eu vivi algumas coisas e notei que o mais importante é você estar bem com você mesmo”. Essa é a fala do advogado baiano Jonas Ferraz, de 35 anos, que integra o cenário dos mais de 8 milhões solteiros na Bahia, estado com uma população de 15 milhões de habitantes.  O número de solteiros e da população do estado correspondem aos dados de estado civil para o ano de 2015, segundo um estudo que antecedeu a Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios Contínua (Pnad) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa tem como público-alvo pessoas de 10 anos ou mais de idade. Nesta quinta-feira (15), quando é comemorado o Dia do Solteiro, Jonas contou os motivos pelo qual prefere ficar sozinho e porque ainda não encontrou alguém que possa dividir um relacionamento amoroso com ele. “Quero ter opção de dizer a ela [namorada]: Vamos ‘comer água’ [beber muito] até de manhã. Como também, ela chegar e dizer que vai sair e eu dizer: vá lá! Quando eu achar alguém como eu, aí eu namoro”, contou em tom de brincadeira. *Ler mais no G1.