O conjunto penal possui cerca de 1.900 presos (Foto: Divulgação)

Celulares e facas artesanais foram apreendidos durante uma operação realizada no Conjunto Penal de Feira de Santana. No conjunto, que possui cerca de 1.900 presos, a ação de fiscalização das celas tenta diminuir os problemas no sistema prisional. “São desenvolvidas operações no intuito de minimizar as dificuldades enfrentadas pelo sistema prisional no tocante à quantidade de internos, que nós sabemos que é uma realidade brasileira e essa superpopulação incorre em diversos problemas, que envolvem a segurança e a disciplina”, informou o diretor do Conjunto Penal, capitão Alan Araújo. (A Tarde)