Líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (Foto:Marcos Corrêa)

Líder do governo no Congresso, a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) se viu em mais uma confusão interna. O vice-presidente do partido em São Paulo, Gil Diniz, rejeitou o nome da parlamentar como candidata da sigla para a prefeitura da capital paulista e ainda alegou que a pré-candidata seria uma “linha auxiliar do PSDB.” “Nós defendemos aqui que nossas bases sejam ouvidas, que haja essa democracia dentro do partido e que os quadros se apresentem para ser candidatos. Pode ter um milhão de votos, ou pode ter voto nenhum, nós vamos discutir e defender o melhor nome para a cidade de São Paulo”, afirmou Diniz ao negar que a candidatura de Joice era uma certeza. Após as críticas de Gil Diniz, a deputada foi às redes sociais para responder o colega de partido. Ao compartilhar uma postagem do senador Major Olímpio (PSL-SP) que questionava a motivação Diniz, a parlamentar respondeu: “Porque é aspone sem muita inteligência aplicada. Simples.” Criticada por alas mais radicais do governo por seu relacionamento amigável com o governador de São Paulo, o tucano João Doria e por seu discurso pregando diálogo com o Congresso, Joice Hasselamann é considerada a favorita para disputar o pleito na maior cidade do País. (Último Segundo)