Brasileiros devem usar dinheiro do FGTS para pagar dívidas

Uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que a liberação dos saques das contas do fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) vai contribuir para que muitos inadimplentes regularizem o pagamento de suas contas em atraso.O saque de R$ 500 está liberado a partir desta sexta-feira (13). Entre os beneficiários que pretendem resgatar o dinheiro,38% têm a intenção de quitar todas ou pelo menos parte de dívidas que estão pendentes. Isso significa que cerca de 9,7 milhões de brasileiros devem utilizar esse dinheiro extra para “limpar o nome” e, assim, voltarem ao mercado de crédito. O levantamento indica que um terço (33%) dos consumidores deve guardar ou investir os recursos, ao passo que 24% vão direcionar o dinheiro para cobrir despesas básicas do dia a dia e 17% realizar compras em supermercados. Há ainda 13% que pretendem realizar compras de produtos e serviços e 10% antecipar pagamento de compras que não estão em atraso como, prestações de casa, carro, crediário, cartão de crédito. (Pimenta)