Vestígio recolhidos em área marítima próximo a ponta da Baleia (Foto: Marinha)

A Marinha informou, neste sábado (2), que pequenos fragmentos de óleo foram detectados na região de Abrolhos, na Bahia. Um vídeo divulgado pelo órgão mostra pequenas manchas no mar. Conforme a Marinha, o Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA), formado pela Marinha do Brasil, Agência Nacional de Petróleo (ANP) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), fez a remoção dos fragmentos na Ponta da Baleia, em Caravelas, e na Ilha de Santa Bárbara, em Abrolhos. A Polícia Federal identificou, na sexta, um navio de bandeira grega suspeito de ser o responsável pelo derramamento do óleo no litoral nordestino. O Instituto de Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) informou, também na sexta-feira (1°), que o óleo que atinge o litoral do nordeste pode chegar aos estados do Espírito Santo e Rio de Janeiro. O órgão foi acionado pelo comitê de crise do governo federal e atua para detectar movimentação e indicar locais com óleo no mar. A Marinha disse que os permanecem na região de Abrolhos, fazendo vistoria, as Fragatas Independência e Constituição, o Navio de Desembarque de Carros de Combate Almirante Saboia, Navio Varredor Atalaia, Navio Oceanográfico Antares, Corveta Caboclo e Navios OSRV Viking Surf e Mar Limpo IV da Petrobras. A preocupação com a chegada do óleo em Abrolhos aumentou após a substância ter sido registrada em praias dos municípios de Belmonte e Porto Seguro, que ficam perto da região. (G1)