Eric foi morto com tiro disparado por PM (Foto: Divulgação)

Eric dos Santos Queiroz, 23 anos, não aceitava o fim do relacionamento com a ex-namorada. Mesmo sabendo que a mulher estava amparada por uma medida protetiva que proibia que se aproximasse, decidiu procurar a jovem, na manhã de quarta-feira (6), no bairro de Monte Serrat, em Salvador. Lá, chegou gritando e fazendo ameaças. Ao retornar para casa, foi agredido e baleado pelo ex-cunhado, um soldado da Polícia Militar que não teve o nome divulgado. Baleado na cabeça, Eric foi socorrido para o Hospital Agenor Paiva, no Caminho de Areia, mas precisou ser transferido para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde morreu na manhã desta quinta-feira (7), por volta das 7h. Segundo ocorrência registrada no posto da Polícia Civil da unidade de saúde, Eric estava ciente da decisão judicial que determinou o afastamento da ex-namorada. “A irmã da vítima diz que ele recebeu a intimação que comunicava a medida protetiva, mas não conseguia aceitar a separação”. O caso está sob a investigação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). (Correio)