João Batista Júnior foi preso acusado de abusar de pacientes (Foto: SSP-BA)

O terapeuta ocupacional João Batista Araújo Júnior foi preso neste final de semana, na Pituba, em Salvador, acusado de abusar sexualmente de pacientes. Policiais da 3ª Delegacia Territorial do Bonfim, na capital baiana, cumpriram o mandado de prisão temporária contra o terapeuta. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), João Batista responde a três inquéritos policiais por abusos a três homens com deficiência intelectual. O delegado titular da 3ª DT/Bonfim, Víctor Spínola, acredita que além dos três casos denunciados, mais vítimas possam existir. “Vamos continuar investigando com o objetivo de identificar outras pessoas que tenham sido abusadas por João Batista”, disse. As vítimas abusadas pelo terapeuta ou seus familiares podem denunciá-lo por meio do telefone do Serviço de Inteligência (SI), da 3ª DT / Bonfim, número (71) 3117-6514, ou pelo Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA) – (71) 3235-0000 na capital ou 181 para o interior da Bahia. (G1)