Foto: Divulgação / PRF

Uma situação inusitada foi flagrada por policiais rodoviários federais de plantão no Km 209 da BR 020, trecho do município baiano de Luiz Eduardo Magalhães. Os PRFs abordaram o veículo RENAULT/Clio EXP, com placas de Brasília. Para surpresa dos agentes federais, o carro era conduzido por um cadeirante que não tem o movimento das pernas. Veículo não era adaptado e tinha várias irregularidades. O homem narrou que saiu de Brasília para resolver questões pessoais em Luiz Eduardo Magalhães. Percorreu mais de 500 quilômetros até ser parado pelos policiais. Ele revelou que é deficiente físico e perdeu a mobilidade das pernas em virtude de acidente de trânsito, fato ocorrido há alguns anos no Maranhão. Disse ainda que ele próprio criou os apetrechos colocados no veículo e utiliza as próprias mãos para pressionar o sistema de freio, embreagem e acelerador. Além do carro não ser adaptado para portador de necessidades especiais, a equipe flagrou outras irregularidades de trânsito como licenciamento vencido e também o motorista não possuí Carteira Nacional de Habilitação (CNH). As multas extraídas somaram-se mais de 2.000 reais. O veículo foi apreendido e recolhido ao pátio contratado da PRF. O homem foi liberado e recebeu orientações de trânsito, principalmente, em relação a conduta de dirigir o veículo de forma inapropriada. (Junior Mascote)