Dados foram divulgados nesta terça-feira pelo IBGE (Foto: Divulgação)

Mais de 68 mil casais baianos disseram sim. Esse foi o número de casamentos registrados em 2018 na Bahia, o maior do estado desde que o dado começou a ser estudado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 1974. Em números absolutos, a Bahia é, ainda, o estado em que o registro de bodas mais cresceu. Foram 4.045 matrimônios a mais que em 2017, quando o levantamento marcou 64.548 enlaces. Todos os números são das Estatísticas de Registro Civil, divulgadas, nesta terça feira (04), pelo IBGE. Do outro lado da moeda, o crescimento também é percebido. Assim como cresceram os casamentos, cresceram também os números de divórcios. Foram 4.581 divórcios a mais se compararmos os números absolutos de separações formalizadas em 2017 e 2018. No total, 24.952 casais deram um ponto final em suas histórias no último ano. No comparativo, a Bahia ficou em 2º lugar no ranking nacional entre os estados em que as separações mais aumentaram, perdendo apenas para São Paulo. A cada três casamentos baianos celebrados um divórcio é concedido. Colocando os números em uma maior perspectiva, a Bahia segue o movimento do país quando o assunto é divórcio. No estado, o crescimento de divórcios foi de 22,5% de 2017 para 2018, contra apenas 3,2% da variação nacional. No caso dos casamentos, no entanto, a Bahia vai em sentido contrário, já que no Brasil houve uma redução de 1,6% contra o aumento baiano de 6,3%. (Correio)