Peça é protagonizada pelo ubatense Danilo Cairo (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Ubatã promoverá, na próxima sexta-feira (13), no Império das Festas a peça ‘O Último Capítulo’. Resultado de um intenso processo de pesquisa, o espetáculo O Último Capítulo é um solo do premiado ator ubatense Danilo Cairo que divide a escrita do texto com o dramaturgo Daniel Arcades. Com dupla direção de Rui Manthur e Kleber sobrinho, esta montagem celebra os 15 anos do ator, sendo o nono espetáculo de repertório do Grupo Toca de Teatro que completa 13 anos de história. Baseado no conto “Último Capítulo”, escrito por Machado de Assis em 1883, a montagem incorpora à atmosfera tragicômica do texto um tom intimista, interativo e contemporâneo, que caminha sobre o terreno misterioso da representação do narrador Matias Deodato – um bacharel em Direito que se afirma como um grande azarado que acredita acumular na vida uma sequência de infortúnios que justificam a sua decisão de colocar um ponto final na sua própria existência.

Espetáculo ‘O Último Capítulo será encenada em Ubatã (Foto: Divulgação)

Para isso, Mathias Deodato decide montar um espetáculo de teatro com o objetivo de encenar o seu último dia, compartilhando com o público presente (seus convidados) as histórias da sua vida e pensamentos sobre o sentido da existência, a metáfora da morte, as contradições do amor, as heranças da família e questionando o que vem a ser a felicidade e quais são os motivos que nós temos pra se manter vivos nos dias de hoje. “Será que a vida que a gente constrói não passa de um sonho? De um espetáculo? ”  pergunta-se o personagem

Espetáculo será realizado em 13 de dezembro (Foto: Divulgação)

A partir desse enredo de passagens autobiográficas e de questões que abordam esperança, amizade, contradições, realização, sonho, vida e morte, o ator vai assumindo diversas subjetividades, interpretando na narrativa não só o Mathias, mas também outros personagens da vida do protagonista e tecendo com muito humor e emoção sua relação direta com o universo machadiano e a plateia; entrelaçando ficção, memória e realidade até a grande revelação que acontece no final do espetáculo.  Em tempo, o espetáculo terá a participação de professores, instituições e profissionais liberais. (Ubatã Notícias)