Menina tinha marcas de violência na cabeça — Foto: Arquivo Pessoal

Uma menina baiana, de dois anos, foi morta após viajar para passar três meses com o pai, na cidade de Jambeiro, em São Paulo. Conforme a Polícia Civil paulista, a criança foi espancada pela madrasta, que tem 16 anos, foi apreendida. Segundo a polícia, a adolescente confessou o crime, mas não há detalhes sobre o depoimento dela e nem das circunstâncias do crime. A jovem foi apreendida na quinta-feira (12) e levada para a Delegacia de Polícia de Proteção a Infância e Juventude, em São José dos Campos, onde permanece à disposição da Justiça. Segundo informações da polícia, a criança foi morta na terça-feira (10). Após perícia técnica, de acordo com a polícia, foram encontradas marcas de violência no corpo da criança. De acordo com a polícia de São Paulo, não há indícios de que o pai da menina participou do crime. Ele foi ouvido e liberado. O caso é investigado pela Delegacia de Polícia de Proteção a Infância e Juventude de São José dos Campos. *Ler mais no G1.