Felipe Prado foi transferido para Salvador (Foto: Divulgação)

A Polícia Militar transferiu, nesta terça-feira (7), para a sede da Corregedoria em Salvador, o soldado Felipe Prado de Araújo, de 40 anos, que foi preso ontem,em Itabuna, por determinação da justiça.O PM foi ouvido pela manhã, no 15º Batalhão, no inquérito que investiga assassinato do fotógrafo Sandro Silva Santos (lembrar), de 36 anos, no dia 1º deste mês no bairro Novo Lomanto. Felipe Prado teria confessado que atirou no fotógrafo Sandro Silva, mas alegou ter sido agredido com um pedaço de madeira. A versão do PM é desmentida por depoimentos de pessoas que teriam presenciado os disparos contra Sandro Silva.O policial confirmou que fez onze disparos contra a vítima. O soldado foi conduzido para Salvador em uma viatura da Polícia Militar da Bahia e foi escoltado por quatro policiais.Ele responde a inquérito aberto pela Polícia Civil em Itabuna e procedimentos administrativos instaurados pela PM. Ao final do processo, pode ser expulso da corporação. (Pimenta)