Autoridades trabalham em meio a destroços de avião que caiu em Shahedshahr

A crise envolvendo Estados Unidos e Irã ganhou mais um capítulo nesta quinta-feira (9). Segundo a imprensa americana e a agência Reuters, autoridades norte-americanas creem que o sistema antiaéreo iraniano foi responsável por abater um avião da Ukraine International Airlines, perto do aeroporto internacional de Teerã, que deixou 176 mortos. A tragédia aconteceu na última terça-feira (7). De acordo com uma fonte, foram detectados dois lançamentos de mísseis perto do horário em que o Boeing 737-800 caiu, seguidos por evidências de uma explosão. Eles, no entanto, acreditam que foi um lançamento acidental. As informações não foram confirmadas pelo governo dos EUA. O presidente Donald Trump se resumiu ao dizer, aos jornalistas, que “alguém pode ter cometido um erro”, e disse ter suspeitas de que “algo muito terrível pode ter acontecido”. Primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau afirmou ter recebido através de múltiplas fontes de inteligência” de que a aeronave foi abatida pelo Irã, provavelmente de “forma não-intencional”. (Bahia Notícias)