A produtora Salvador Produções, empresa responsável pelo Baile da Santinha e pela gestão da carreira de Léo Santana, postou um pedido de desculpas após o estudante Duarte João de Nascimento Landa, identificado nas redes sociais como ‘Duart’, relatar ter sido vítima de racismo no último ensaio do Gigante. No desabafo, o jovem disse que o caso ocorreu no banheiro “quando fui abordado por dois policiais civis”. A vítima ainda relatou que os profissionais pegaram R$ 100 reais de sua carteira. “Um amigo meu entrou com uma tesourinha na bag, e eu estava segurando eventualmente e fui para o banheiro quando fui abordado por dois policiais civis, aparentemente buscando por drogas, e eu preto com a barba descolorida e muito chamativa fui a bola da vez, e na abordagem eles perguntaram se eu tinha drogas sobe minha posse e eu cordialmente disse que não, abri a bag e a minha pochete que não havia necessidade, mas fui o mais prestativo diante do equívoco deles e não encontraram nada, e um dos policiais aumentava o tom de voz de forma agressiva, quando em seguida o outro pediu meus documentos eu mostrei, mas ele abriu minha carteira pessoal que eles não tem autoridade para revistar, e o policial que aparentava estar alterado e aumentando tom de voz incessantemente tomou a carteira de mim, tirou o meu dinheiro”, explicou. Leia mais no Bahia Noticias