Cigano Laércio é acusado de matar comerciante (Foto: Ubatã Notícias)

O Ministério Público da Bahia denunciou, por homicídio doloso – por motivo fútil e sem oferecer possibilidade de defesa à vítima – Laelson da Costa Dantas (37), o ‘Laércio Cigano’, acusado de assassinar, a tiros, o comerciante ubatense Danilo Ribeiro Moraes, de 23 anos. A denúncia foi assinada pela Promotora Susila Ribeiro Machado. No texto, a representante do Ministério Público destaca que, conforme inquérito policial, que “Danilo teria se esbarrado em Laelson e, muito embora a vítima tivesse pedido desculpas, o denunciado imbuído por motivo fútil,um mero esbarrão, de modo premeditado, foi até seu carro, pegou uma arma de fogo, voltou-se em direção à vítima e lhe efetuou quatro disparos em curta distância, sem dar qualquer chance de defesa ao ofendido. […] Ademais, impede destacar que o agente (Laelson) só cessou os disparos após ser contido por outrem”. O MP, ainda na peça da Denúncia, requer a oitiva de 08 testemunhas do crime. Em tempo, pesa contra ‘Laércio Cigano’ um mandado de prisão preventiva, mas o acusado permanece foragido da Justiça. A pena mínima para homicídio doloso é de 12 anos e a máxima de 30; já o porte ilegal de arma é de 2 a 4 anos e multa. (Ubatã Notícias)

Acompanhar desenrolar do caso Danilo

Comerciante é baleado em tentativa de homicídio

Comerciante morre após ser baleado em show

Manifestantes bloqueiam BR-330 após morte de comerciante

Manifestantes incendeiam casa de acusado de matar comerciante

Justiça decreta prisão preventiva de acusado de matar comerciante