Foto – Jonne Roriz/VEJA

Após a região do Nordeste ficar com apenas 3% das concessões do Bolsa Família, o governador Rui Costa (PT), em uma publicação feita nas redes sociais nesta quinta-feira (5), voltou a confrontar o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido), mesmo sem citá-lo. “Nordeste, vamos resistir! É triste e absurda essa perseguição ao Nordeste. No último janeiro foram concedidos apenas 3% dos benefícios do Bolsa Família às famílias nordestinas. Sul e Sudeste ficaram com 75%”, escreveu Rui, em seu perfil no Twitter. Pelos dados fornecidos pelo Ministério da Cidadania ao Congresso, o Nordeste recebeu 3% dos novos benefícios enquanto o Sul e o Sudeste responderam por 75% das novas concessões. Para se ter uma ideia, o número de novos benefícios concedidos em Santa Catarina, que tem população oito vezes menor que o Nordeste e é governada por Carlos Moisés (PSL), foi o dobro do repassado à região nordestina inteira, cujos governadores são da oposição. (Mateus Soares)