Após o caso, a mãe pediu ajuda do pai da menina. — Foto: Reprodução / TV Bahia

Uma mãe denunciou a polícia o companheiro por estuprar a filha dela de 13 anos, que é enteada dele. Segundo a mulher, o crime, que ocorria dentro da casa da família, em Salvador, foi descoberto depois que a filha detalhou a situação na frente do suspeito. A mulher, que estava junto com o homem há seis anos, afirmou que os abusos eram frequentes, mas só foram descobertos na segunda-feira (2). “Ela [ a adolescente] conversou comigo e me contou que ele abusava dela. Inclusive ela, quando contou, contou na frente dele mesmo. Ele negou, óbvio. Ele disse que íamos acabar com a vida dele, que era mentira. E ele disse que se a gente acabasse com a vida dele, ele ia matar todas nós e que após ia se matar”, disse. A mãe da adolescente contou ainda que as agressões eram diárias e que ele ameaçava a vítima de diversas formas, até mesmo com um arma. “Durante um ano ele abusava dela todos os dias. Ele fazia de tudo para colocar ela de castigo e que a outra [filha] pudesse descer para brincar para e ele ficar sozinho com ela. Ela disse: ‘Minha mãe, ele me ameaça, estava armado. Me ameaçava de me jogar pela janela do apartamento, de me matar com um garfo. Ele já me ”engarguelou’. Se você perguntar a ela 10 vezes, ela não se contradiz em nenhuma. Mais de 10 vezes ela fala da mesma forma”, pontuou. *Ler mais.