Ronaldinho Gaúcho e Silas passaram a noite na prisão, no Paraguai (Foto: Divulgação)

Após passarem a noite na cela, o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e o seu irmão Assis deixaram o complexo da Agrupación Especializada da Polícia Nacional do Paraguai na manhã deste sábado (7). A partir das 10h, os dois terão uma nova audiência no Palácio de Justiça de Assunção que vai definir se eles continuam presos pelo uso de documentos falsos. As informações são do site GloboEsporte.com. Ronaldinho e Assis foram presos preventivamente na noite de sexta-feira após ação do Ministério Público, para impedi-los de deixar o Paraguai. Os dois já tinham passagens compradas para deixar o país. Três pessoas já foram acusadas após as investigações iniciais: o empresário Wilmondes Sousa Lira, apontado pela defesa de Ronaldinho como responsável pelos documentos falsos, e as paraguaias María Isabel Galloso e Esperanza Apolonia Caballero. (Bahia Notícias)