Site de programa de localização e identificação de pessoas desaparecidas

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) lançou o site de um programa de localização e identificação de pessoas desaparecidas. No portal eletrônico do Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos (PLID) o cidadão poderá fazer o cadastro dos desaparecimentos que ficarão registrados em um banco de dados nacional, o Sistema Nacional de Localização e Identificação de Desaparecidos (Sinalid). Por meio do site, o cidadão deve preencher um formulário de cadastro para que seja possível o cadastramento do desaparecimento no Sinalid.  Além disso, deve encaminhar uma mensagem para o email desaparecidos@mpba.mp.br e encaminhar uma foto recente e de boa qualidade da pessoa desaparecida. De acordo com o MP-BA, com os registros obtidos haverá uma sistematização e um cruzamento de informações vindas de diversos órgãos, o que vai contribuir na solução dos casos. O PLID Bahia também poderá auxiliar na busca de familiares de pessoas localizadas em situação indicativa de desaparecimento, como por exemplo, pacientes em hospitais, pessoas em sofrimento mental e idosos residentes em Instituições de Longa Permanência (ILPI), unidades de acolhimento e sistema prisional. O órgão estadual faz um alerta para as pessoas que estão em busca de pessoas desaparecidas. Assim que perceber que um familiar sumiu, a pessoa deve comparecer a uma delegacia de polícia para registrar a ocorrência. Em seguida, deve fazer o boletim de ocorrência, pois esse é o documento que desencadeia oficialmente a investigação de um desaparecimento, e ligar para emergência 190 para comunicar o fato à Polícia Militar para que também possa auxiliar nas buscas. É importante ainda descartar a possibilidade de falecimento e a procura em hospitais. (G1)