A Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) viu com preocupação o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro na noite de terça-feira (24). Em nota, a entidade que representa médicos especialistas, considerou que a fala do presidente pode dar falsa impressão que as medidas de contenção social são inadequadas e que a Covid-19 é semelhante ao resfriado comum. No pronunciamento, o presidente chamou a doença de “resfriadinho”, contrariou especialistas e pediu fim do “confinamento em massa”. Ele também fez um apelo pela “volta à normalidade” e culpou a imprensa por “espalhar pavor”. A SBI destacou da fala de Bolsonaro que é temerário associar que as cerca de 800 mortes por dia causadas pela doença na Itália, a maioria entre idosos, esteja relacionada apenas ao clima frio do inverno europeu. Os infectologistas classificam a pandemia como grave. Em todo mundo são mais de 420 mil casos confirmados do novo coronavírus e mais de 17 mil mortes, sendo 47 no Brasil- 40 em São Paulo, 6 no Rio de Janeiro, e 1 no Amazonas. Conclua a leitura aqui