Área em vermelho mostra onde estão sendo construídos quiosques (Foto: Bruno Dias)

A Prefeitura de Ubatã anunciou, nesta sexta-feira (18), que paralisará, por tempo indeterminado, as obras de reconstrução da Praça Ruy Barbosa, que têm previsão de entrega para dezembro deste ano. A paralisação ocorre após polêmica sobre a construção dos quiosques no entorno da praça. Explica-se: o padre Marcos Alcântara encampa um movimento para mudar os quiosques do local, que na visão do pároco poderia atrapalhar as programações da igreja e supostamente gerar conflitos no futuro. A igreja está organizando um abaixo-assinado pedindo a mudança de quiosques do local.

Vista aérea da Praça Ruy Barbosa, em Ubatã (Foto: Bruno Dias)

A Prefeitura de Ubatã, em nota, explicou que já fez, a pedido da igreja, algumas alterações no projeto inicial e que é inviável fazer novas alterações em virtude do objeto da licitação. Além disso, destacou que não há quiosques em frente à igreja e que estes, conforme documento de cessão de uso, não poderão vender bebidas alcóolicas. O calçadão que será construído no entorno da igreja terá 6m de largura. “A Prefeitura de Ubatã participou de reuniões nos últimos meses para discutir a questão dos quiosques e sempre esteve aberta ao diálogo. A obra da Praça Ruy Barbosa será suspensa a partir desta segunda e retornará quando houver consenso”, destacou trecho da nota. Em tempo, o projeto da nova Ruy Barbosa transformará a área numa das mais modernas da região. (Ubatã Notícias)