Carlos Samuel é considerado foragido pela Justiça (Foto: Divulgação)

O homem que foi flagrado em vídeo agredindo uma mulher com vários socos no rosto (lembrar), em Ilhéus, sul da Bahia, é considerado foragido da Justiça, informou nesta sexta-feira (16) o delegado Evy Paternostro, que está à frente das investigações. “A polícia já está informando à 2ª Vara Criminal que ele é, oficialmente, um foragido da Justiça”, destacou o delegado. Através de mensagem de celular, o advogado de Carlos Samuel Freitas informou que ele não vai se apresentar. Escreveu, ainda, que já pediu a revogação da prisão do cliente e que aguarda decisão da Justiça para decidir os próximos passos. Segundo a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Ilhéus, Carlos Samuel Freitas tem um longo histórico de agressão a ex-namoradas e mulheres da própria família, resultando em ao menos 11 boletins de ocorrência. Sobre os casos de agressão contra ele, a promotora de Justiça da Bahia, Sara Gama, disse que o órgão não recebeu os inquéritos de oito dos casos registrados. Sara coordena o Grupo de Atuação Especial em Defesa da Mulher e População LGBT (Gedem) do Ministério Público da Bahia (MP-BA). Em entrevista nesta sexta-feira, a promotora disse que apenas dois inquéritos foram encaminhados e que o Ministério Público tomou conhecimento dos outros casos por meio da imprensa. *Ler mais.