Cano estourado no Relíquia (Foto: Ubatã Noticias)

Moradores de bairros em Ubatã reclamam nesta segunda-feira (23), sobre a constante falta de água. Neste fim de semana a situação não foi diferente e, com calor intenso, os problemas no abastecimento causaram ainda mais transtornos. Segundo eles, o fornecimento é afetado nos horários de maior necessidade e a falta de água já causa prejuízo as diaristas. ”As pessoas estão desmarcando as faxinas, isso estar sendo frequente. Quando falta água, eles escolhem entre o trabalho domestico ou higiene pessoal”, reclama Arlete na Rádio Povo. Já a dona de casa Aquila do Bairro 2 de Julho diz que tem que comprar água para fazer as tarefas domésticas. “Estamos comprando a mineral para beber, lavar louça, fazer as coisas do dia a dia”, afirmou. O mesmo acontece na casa do comerciante Bino no Bairro Julio Aderne, que está comprando garrafões de água para abastecer a família. “A gente tem que comprar para poder beber, pois na torneira não tem”, lamentou. Em tempo, os problemas se arrastam durante anos e a população aguarda medidas da Empresa Baiana de Águas e Saneamento. (Ubatã Noticias)